Indice

"Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo" ...::: Caridade é Amar e sem caridade não há salvação::::....

O PASSE



PASSE E SEXO - Livro Passe e Passista - Roque Jacintho

NONA PARTE

As forças genitais são criadoras.
Mais do que destinadas à reprodução física da espécie, são co-autoras da Vida no Universo, nelas repousando o equilíbrio do espírito, por ser o próprio amor Divino consubstanciado na criatura em sua marcha ascensional. No passe, são fundamentais.
Recordemos que vulgarmente se costuma confundir moral com comportamento sexual. É que intuitivamente o homem compreendeu, através dos tempos, que todas as conquistas da virtude se refletem no conceito e no comportamento do sexo, na sua sublimação ou na sua conspurcação. Pelo uso equilibrado ou desequilibrado das energias sexuais é que o homem tem medido e se tem feito medir, em sua simbiose com as zonas do Mal.
À medida que o homem se envilece, mais destacado é o festim animalesco ou infra-animalesco que organiza para a satisfação grosseira de seus sentidos, pelas vias sexuais.
À medida que se sublima, que se santifica, os impulsos vitais de sua organização genital ganham novos rumos, passando a exercer-se efetivamente nos campos da Vida, a benefício dos seus semelhantes quais os imensos rios, cujos caudais disciplinados se transmudam em luz e força, colaborando na obra do aprimoramento civilizatório.
O passista psíquicamente equilibrado, que mobiliza os fluidos nervosos de suas promoções genitais no socorro ao enfermo, recria a vida onde esta esteja prestes a extinguir-se ou em vias de extenuar-se.
Nenhum artificialismo, porém, há de impor-se como regra de uso. Há circunstâncias especiais para atender. Há apetites a saciar de consortes da caminhada. Sua abstenção nem sempre é virtude, por induzir muitos à queda.
Enobrecendo-se com os novos conceitos da existência, fornecidos pelo espiritismo-cristão, tais elementos incorporados à personalidade humana inevitavelmente se refletirão com naturalidade no comportamento do sexo, atingindo, finalmente, a sua conduta celeste.
O passista, pois, que encontra nas suas radiações genitais um celeiro inesgotável de saúde e harmonia para si e para seus semelhantes, lutará consigo mesmo para reformar-se no íntimo, nos seus valores reais da Vida, assegurando-se de que, a pouco e pouco, alcançará suas metas maiores.
Coordenador e responsável pelo site: Antonio Carlos Oliveira - Casa Espírita Bezerra de Menezes - Rua Xv de Novembro nº 295 - Araruama